Siga nossas redes

Saúde

Saúde emite comunicado de risco sobre aumento de casos de Covid-19 no Amazonas e reitera alerta sobre vacinação

Documento destaca ampliação de aptos para tomar segunda dose de reforço, ofertada para a população a partir de 18 anos

Publicado há

em

Esse aumento foi impulsionado por Manaus, cuja quantidade de casos passou de 18 para 103 casos novos por dia. Foto: Divulgação/FVS-RCP

A Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM) e a Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Drª Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP) emitem, nesta quarta-feira (29/06), um comunicado de risco alertando sobre o aumento na média diária de casos de Covid-19 no Amazonas. O documento destaca a população de 18 anos ou mais como apta para tomar a segunda dose de reforço contra Covid-19.

O documento está disponível no endereço https://bit.ly/3ysT4Tr. Conforme o comunicado, nos últimos 14 dias, de 14 a 27 de junho, o número de casos confirmados passou de 26 para 123.

Esse aumento foi impulsionado por Manaus, cuja quantidade de casos passou de 18 para 103 casos novos por dia. No interior, o aumento na média diária foi de 8 para 20 casos diários. A capital do estado tem 62% dos casos registrados nesses últimos dois meses.

“A vacinação é a melhor forma de proteção contra o agravamento pela Covid-19. Os dados mostram que a letalidade é menor e as internações também desde o início da campanha de imunização no Amazonas, desde que a população mantenha todas as doses em dia, inclusive a quarta, que já está liberada para a população com mais de 18 anos a partir de hoje”, afirmou Anoar Samad, secretário de Estado de Saúde.

Apesar do aumento do registro de casos da doença, houve redução em 70% da taxa de internação por Covid-19 em maio e junho deste ano quando comparada a esses mesmos dois meses do ano passado. No comparativo de maio e junho de 2022 com o mesmo período de 2021, houve redução de 92% da letalidade com o registro de dois óbitos em maio e junho de 2022.

Quarta dose para 18 anos ou mais

Uma das medidas de prevenção e controle previstas no comunicado de risco é a ampliação da população apta a receber a aplicação da segunda dose de reforço, conhecida popularmente como 4ª dose.

As prefeituras, por meio das secretarias municipais de saúde, estão aptas a operacionalizar as campanhas de vacinação para aplicação da segunda dose de reforço na população de 18 anos ou mais a partir desta quarta-feira (29/06).

A cobertura de esquema básico primário (2 doses ou dose única) no Amazonas é de 71,4%, na população contemplada. Em relação à primeira dose de reforço, conhecida popularmente como 3ª dose, a cobertura é de 39,2%.

A diretora-presidente da FVS-RCP, Tatyana Amorim, alerta que é a vacinação que está freando o agravamento dos casos confirmados e mantém a convocação à população para que sejam atualizadas as cadernetas vacinais contra o novo coronavírus com o objetivo de ampliar as coberturas de todo o esquema vacinal contra a Covid-19.

“Estamos ampliando a vacinação contra a Covid-19 com aplicação da segunda dose de reforço, também conhecida pela população como quarta dose, para quem tem 18 anos ou mais. Essa é uma estratégia para que as pessoas, o quanto antes, busquem atualizar o esquema vacinal, aumentando a quantidade de anticorpos e se protegendo ainda mais contra a doença”, afirma Tatyana.

Demais medidas

A ampliação da cobertura vacinal é uma das medidas de prevenção e controle contra a Covid-19, destacadas no comunicado de risco, que devem ser intensificadas. As secretarias municipais de saúde devem ainda intensificar a vigilância epidemiológica com a realização de rastreamento e monitoramento de contatos de Covid-19.

Conforme o documento, deve ser mantida a testagem de sintomáticos em toda a rede de assistência à saúde. Os casos confirmados devem seguir isolamento domiciliar e manter a higienização das mãos. A toda a população, a FVS-RCP segue alertando para a importância de reforçar as medidas não farmacológicas, como etiqueta respiratória, uso de máscaras para sintomáticos respiratórios, limpeza e desinfeção de ambientes.

Especialmente sobre as máscaras, o comunicado destaca ainda a recomendação do uso desses equipamentos, em qualquer ambiente, por pessoas com 70 anos ou mais, bem como pessoas com comorbidades, imunossuprimidos e com sintomas gripais.

*Com informações da Assessoria

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

•••
•••

+ vistos

×