Siga nossas redes

Popular

Boi Caprichoso é campeão do 55º Festival Folclórico de Parintins

O Boi Caprichoso ganhou com o total de 1259,3 pontos a 1258,5 pontos de diferença do Boi Garantido.

Publicado há

em

O 55° Festival Folclórico de Parintins tem o Caprichoso como campeão de 2022, ele que esse ano trouxe ao Bumbódromo o tema “Amazônia: nossa luta em poesia”. O anúncio aconteceu nesta segunda-feira (27/06), durante a apuração que começou às 15h no Bumbódromo em Parintins, com as notas dos 9 jurados nas três noites de Festival. O Boi Caprichoso ganhou com o  total de 1259,3 pontos a 1258,5 pontos de diferença do Boi Garantido.  

Após dois anos de muitos desafios, perdas e dificuldades causados pela pandemia de Covid-19, o boi Caprichoso pisou na arena e conquistou seu 23º título da história. O touro negro dividiu as apresentações em três sub-temas “Amazônia-Floresta: o grito da vida” na primeira noite; “Amazônia-Aldeia: o brado do povo” na segunda; e para fechar a noite trouxe “Amazônia-Festeira: o clamor da cura”.

Ao fim da apuração, a torcida azul permaneceu no Bumbódromo, para festejar a vitória. Do lado leste da ilha, onde fica o curral azul Zeca Xibelão, já era possível ouvir os fogos da festa da vitória.

Apuração 

No grupo de jurados deste ano há professores, mestres e doutores, além de artistas e pesquisadores de sete estados brasileiros. O grupo é formado por dez pessoas, selecionadas via edital. Nove dão as notas e uma preside a comissão julgadora. Em 2022, esta função ficou com o pesquisador Lucio Enrico Vieira, que é especialista em História Social e Cultural do Brasil.

Os jurados analisaram as notas de três blocos, cada um com sete itens. O bloco A (comum/musical), tem os itens Apresentador, Levantador de toadas, Marujada de Guerra ou Batucada, Amo do Boi, Toada – Letra e Música, Galera e Organização do Conjunto Folclórico.

O bloco B (cênico e coreográfico) compreende os itens Porta-Estandarte, Sinhazinha da Fazenda, Rainha do Folclore, Cunhã-Poranga, Boi-bumbá: Evolução, Pajé, Coreografia; e o bloco C (artístico), analisa Ritual, Tribos Indígenas, Tuxaua, Figura Típica Regional, Alegorias, Lenda Amazônica, Vaqueirada. 

São três jurados para definir as notas de cada bloco. Cada um dos dias é analisado individualmente e ao final as notas são somadas, sempre descartando a menor delas para a pontuação final. 

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

•••
•••

+ vistos

×