Siga nossas redes

Popular

N7 | Sem Fiscela desta quarta-feira (14/04)

Publicado há

em

A força do Grandão.

Conhecido por sua frieza e assertividade nas análises e com visão diferenciada de cenários políticos que o fazem ser consultado por de vários líderes, o Deputado Estadual Abdala Fraxe pode em alguns dias dar uma mexida importante no tabuleiro político local. A possibilidade do deputado grandão retomar a presidência estadual do Podemos é real e conta com apoio da executiva nacional do partido. Foi Abdala o responsável pelo crescimento da sigla no Amazonas até a puxada de tapete dada pelo atual presidente do Podemos, o baixinho Deputado Wilker Barreto. Nos corredores da Assembleia o comentário é que o grandão deve dar um cascudo no baixinho.

Time escalado para comer de colher

As lideranças do Senado definiram os titulares da CPI da Covid. Os senadores do Amazonas Eduardo Braga e Omar Aziz estão entre os 11 jogadores. Braga busca apoios para sua escolha como relator da Comissão. Para o Presidente Bolsonaro isso pode ser algo positivo, mas para o Governador Wilson Lima pode ser uma dor de cabeça imensa. O ponto inicial da CPI é investigar o caos sanitário ocorrido no Amazonas no começo deste ano, onde muitos apontam para a incompetência do governo estadual no correto enfrentamento. Ou seja, o paraense Braga estará com a maniçoba e o açaí nas mãos para comer de colher seu conterrâneo Lima.

Mande um sinal, meu povo!

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quarta-feira que aguarda “uma sinalização do povo” para “tomar providências” a respeito das consequências econômicas causadas pela pandemia da covid-19. “O Brasil está no limite. O pessoal fala que eu devo tomar providências. Eu estou aguardando o povo dar uma sinalização. Porque a fome, a miséria e o desemprego estão aí. Não vê quem não quer”, disse o presidente. Mas qual seria o sinal que ele espera? Para muitos, certamente não seria o sinal da cruz. Para outros muitos deve ser o sinal para que ele abandone a presidência, renuncie. Já alguns entendem que o sinal deve ser para a imposição do regime militar.

General Pazuello investigado. Selva!

O Ministério Público Federal (MPF) ajuizou ação de improbidade administrativa contra o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello pela omissão quando se verificou, no Amazonas, a crise no fornecimento de oxigênio medicinal e o aumento no número de mortes por covid-19, durante a chamada segunda onda da pandemia. Após investigação conduzida no Inquérito Civil 1.13.000.000061/2021-04, o MPF identificou atos de improbidade administrativa em cinco situações distintas, descritas e comprovadas detalhadamente. A ação de improbidade administrativa aguarda análise da 9a Vara Federal no Amazonas, sob o número 1006436-58.2021.4.01.3200.

Tá chovendo aí? Sobe a maromba!

Os últimos dias tem sido de chuvas intensas em todo o Amazonas. Pense numa terra que chove! O trânsito da capital, que habitualmente é caótico, piora com os torós. Mas os alagamentos que acontecem nos bairros de Manaus e a subida das águas nos igarapés preocupam e colocam em risco vidas e patrimônio da população mais carente. Os bairros que sofrem historicamente com as enchentes esperam receber o apoio dos poderes públicos no socorro com a construção de pontes, limpeza dos igarapés e a doação de madeiras para a construção de marombas. O caos no interior se intensifica nas calhas do Juruá e Purus.

Sequelados da falsa gripezinha

As sequelas de COVID-19 podem atingir pessoas que apresentaram um quadro grave e, até mesmo, moderado da doença e mostram que, em muitos casos, sobreviver a infecção é a primeira etapa a ser superada, mas não a última. Relatos de pacientes mostram que as sequelas incomodam muito e vão desde a alteração da visão, baixa da capacidade respiratória, irritação, sonolência constante, perda de olfato e paladar persistente, dificuldades de linguagem, raciocínio e memória e podem causar, em casos mais graves, depressão, ansiedade, paralisias e dificuldades na locomoção.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

•••

+ vistos

×