Siga nossas redes

Política

Deputada Federal posta em rede social os números de novos pedidos de impeachment contra o Presidente Jair Bolsonaro

A Deputada Federal Jandira Feghali (PCdoB-RJ), postou em suas redes sociais na tarde dessa quarta-feira (31), que 30 novos pedidos de impeachment estão sendo protocolados hoje contra o presidente Jair Bolsonaro. Os pedidos foram coordenados por líderes da oposição no Congresso, parlamentares e associações de estudantes, como a Federação Nacional dos Estudantes de Direito (Fened).

Publicado há

em

Imagem: Twitter

A Deputada Federal Jandira Feghali (PCdoB-RJ), líder da minoria, postou em suas redes sociais na tarde dessa quarta-feira (31), que 30 novos pedidos de impeachment estão sendo protocolados hoje contra o presidente Jair Bolsonaro.

Os pedidos foram coordenados por líderes da oposição no Congresso, parlamentares e associações de estudantes, como a Federação Nacional dos Estudantes de Direito (Fened).

No total, já existem 74 pedidos de impeachment do presidente Jair Bolsonaro, protocolados entre fevereiro de 2019 e o dia 25 março de 2021, e a atual crise politica em Brasília instaurada no último dia 29, resultou em novas petições.

“Os documentos se baseiam em crime de responsabilidade referente à condução do presidente no combate à pandemia”, disse a advogada e ex-aluna da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) Camilla Borges Martins Gomes, uma das idealizadoras da ação.

Os mais novos pedidos de impeachment foram assinados pelos líderes da Minoria no Senado, Jean Paul Prates (PT-RN), da Oposição no Senado, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), da Minoria na Câmara, Marcelo Freixo (PSOL-RJ), da Oposição na Câmara, Alessandro Molon (PSB-RJ), e da Minoria no Congresso Nacional, Arlindo Chinaglia (PT-SP). Um dos argumentos utilizados são por possíveis crimes de responsabilidade por ameaça à democracia  por tentativa de “cooptação dos quartéis”, devido às mudanças no comando do Ministério da Defesa e das Forças Armadas ocorridas na última segunda-feira (29).

Com esses novos pedidos, Bolsonaro supera o número de pedidos de impeachment em comparação a ex-presidente Dilma Rousseff, que totalizava 68.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

•••
•••

+ vistos

×