Siga nossas redes

Polícia

PC-AM prende homem por homicídio ocorrido em 2017, no bairro Tarumã

Crime foi provocado por um desentendimento entre as partes

Publicado há

em

Delegado Ricardo Cunha – FOTO: Victor Garcia/PC-AM

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), cumpriu, na terça-feira (28/06), às 11h30, mandado de prisão preventiva em nome de Francisco Weberth Cantel Coeme, de 36 anos, conhecido como “Negueba”, pelo homicídio de Whalker Araújo Sales, que tinha 25 anos. A prisão aconteceu em via pública, na comunidade Campos Sales, bairro Tarumã, zona oeste.

O crime ocorreu na madrugada do dia 18 de fevereiro de 2017, na rua das Orquídeas, comunidade Campos Sales, bairro Tarumã, zona oeste da cidade, ocasião em que Francisco desferiu dois golpes de arma branca no tórax de Whalker.

Durante coletiva de imprensa, realizada nesta quarta-feira (29/06), na sede da DEHS, situada na avenida Autaz Mirim, bairro Jorge Teixeira, zona leste, o delegado Ricardo Cunha, titular da unidade especializada, informou que, quando o crime ocorreu, vítima e suspeito estavam ingerindo bebida alcoólica e tiveram um desentendimento na ocasião.

“O suspeito afirmou não recordar qual seria a motivação do desentendimento e nega ter executado tal ação, mesmo com várias testemunhas oculares. Como o crime ocorreu em via pública, haviam várias pessoas presentes no momento”, explicou o delegado.

O delegado disse ainda que, na época, as equipes de investigação da DEHS não possuíam informações precisas acerca das pessoas envolvidas e, por este motivo, o suspeito foi localizado somente neste ano.

“Foi possível identificar a autoria do delito após um grande trabalho de investigação. Em posse da ordem judicial em nome do infrator, os policiais civis saíram em diligências e conseguiram prendê-lo”, disse.

Ricardo falou, também, que “Negueba” já possui passagens pela polícia por roubo e tráfico de drogas,

Procedimentos

Francisco responderá por homicídio e ficará à disposição do Poder Judiciário.

*Com informações da Assessoria

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

•••
•••

+ vistos

×