Siga nossas redes

Polícia

Seap realiza atividades alusivas ao Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+ em unidades prisionais do Estado

Durante as atividades, foram ministradas palestras alusivas à temática LGBTQIA+

Publicado há

em

FOTO: Divulgação/Seap

Em alusão ao Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+, celebrado nesta terça-feira (28/06), a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) realizou atividades voltadas para o público intramuros e extramuros simpatizantes. A iniciativa, realizada por meio de apoio das empresas terceirizadas atuantes nas unidades, teve como objetivo oferecer um momento de conscientização sobre a importância do combate à homofobia para a construção de uma sociedade livre de preconceitos e igualitária, independentemente de gênero ou orientação sexual.

As atividades ocorreram no Centro de Detenção Provisória de Manaus 2 (CDPM II), Centro de Detenção Feminino (CDF) e Unidade Prisional do Puraquequara (UPP), e contaram com a presença do secretário titular da Seap, coronel Paulo Cesar; do secretário executivo adjunto, André Luiz Barros Gioia; da chefe de Departamento de Reintegração Social e Capacitação (Deresc), Keyla Prado; além de agentes de ressocialização e gestores das empresas terceirizadas, RH Multi, New Life e Reviver.

Durante as atividades, foram ministradas palestras alusivas à temática LGBTQIA+, dinâmica para interação, momentos de beleza e entregas de preservativos.

“É muito importante proporcionar ao público LGBTQIA+ esse momento. Nós prezamos pelo respeito e a dignidade de cada um, então é um orgulho poder conceder essa oportunidade de serem quem eles realmente são, sempre os respeitando”, pontuou o coronel Paulo Cesar.

Para a chefe do Deresc, Keyla Prado, é de suma importância trazer a inclusão dos internos que se classificam como LGBTQIA+.

“Hoje eles são Pessoas Privadas de Liberdade (PPLs) e todos os direitos deles são garantidos. É primordial valorizá-los como pessoas, dando-lhes a liberdade de se expressarem. Então, por meio das palestras e demais atividades realizadas, também tivemos o intuito de orientá-los sobre o assunto”, pontuou.

A interna Mara (nome fictício) relatou um pouco de sua trajetória antes mesmo de entrar no sistema, e como foi acolhida.

“Eu me assumi ainda com 12 anos, no decorrer da minha vida sofri muito preconceito, e por muito tempo isso me fez mal. Hoje tenho ciência de que errei e estou aqui cumprindo minha pena, faço parte dos programas Trabalhando a Liberdade e Conhecimento que Liberta, e por meio de iniciativas como essa me sinto acolhida, de poder ser quem eu realmente sou. O Dia do Orgulho LGBTQIA+ é para isso, conscientizar todos de que o respeito ao próximo é algo que precisa ser realmente levado em consideração”, finalizou.

Tefé

A Unidade Prisional de Tefé (UPT) também realizou uma atividade alusiva para uma única interna transexual.

Casa do Albergado

A equipe psicossocial da Casa do Albergado realizou palestra sobre o Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+. A palestra teve como objetivo levar a reflexão sobre o respeito à opção sexual. Ao final da atividade, foi entregue folder informativo referente ao tema.

Orgulho LGBTQIA+

O dia 28 de junho foi adotado como Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+. A data celebra a luta da comunidade por mais direitos e pela conquista de garantias. Para além da comemoração, a data chama a atenção para a importância do combate à homofobia.

*Com informações assessoria

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

•••
•••

+ vistos

×