Siga nossas redes

Polícia

PC-AM prende autor de homicídio praticado contra professor de dança

Vítima e o suspeito do crime tinham um relacionamento homoafetivo há cinco anos

Publicado há

em

FOTO: Luiz Cordeiro/PC-AM

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), cumpriu, na terça-feira (21/06), por volta de 17h30, mandado de prisão em nome de Diego Ribeiro da Silva, de 30 anos, pela autoria do homicídio de Alex Rene Mota de Carvalho, que tinha 46 anos, ocorrido no domingo (19/06), por volta de 21h, na rua Paranapua, bairro Coroado, zona leste de Manaus.

Durante coletiva de imprensa na sede da DEHS, situada na avenida Autaz Mirim, bairro Jorge Teixeira, zona leste, o delegado Ricardo Cunha, titular da unidade especializada, ressaltou o trabalho das equipes de investigações que, em tempo hábil, elucidaram o caso em 48 horas.

“É importante salientar que esta delegacia está sempre em diligências, trabalhando com celeridade para trazer uma pronta resposta à população como neste caso. A autoria, motivação e as circunstâncias que norteiam esse crime foram esclarecidos em tempo relâmpago por esta unidade”, contou o titular.

A delegada Deborah Barreiros, adjunta da DEHS, explicou que a vítima e o suspeito tinham um relacionamento homoafetivo há cinco anos.

“Testemunhas relataram que Alex era uma pessoa tranquila e Diego, mesmo vivendo com ele, mantinha relacionamentos amorosos com mulheres. Quando esses relacionamentos não davam certo, Alex o aceitava de volta. O autor, no entanto, era bastante agressivo e algumas vezes a polícia era chamada para conter os ânimos durante algumas discussões entre eles”, explicou a delegada.

Conforme a autoridade policial, na ocasião do crime, o casal teve um desentendimento e Diego desferiu um golpe de arma branca na região do tórax de Alex, que veio a falecer no local.

“Durante a discussão, Diego passou a humilhar e agredir a vítima. Alex tentou evadir-se do local, entretanto, foi atingido apenas com uma facada, o que o levou a óbito”, explicou Deborah.

Prisão

A adjunta disse, ainda, que a ordem judicial em nome de Diego foi cumprida na tarde de ontem, no momento em que ele se apresentou na sede da Especializada, confessando o crime.

Diego responderá por homicídio e ficará à disposição do Poder Judiciário.

*Com informações assessoria

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

•••
•••

+ vistos

×