Siga nossas redes

Cidade

Fórum alinha estratégias de redução à mortalidade materna, fetal e infantil

A programação de hoje foi realizada no auditório do Centro Universitário do Norte (Uninorte), Centro, pela manhã

Publicado há

em

Foto: Divulgação/Semsa

Com o objetivo de alinhar estratégias para reduzir a mortalidade materna, fetal e infantil, a Prefeitura de Manaus promoveu nesta terça-feira, 4/7, o Fórum de Vinculação à Gestante. Os profissionais do Distrito de Saúde (Disa) Rural foram os primeiros a participar do evento, que também contemplará as equipes de saúde dos demais distritos gerenciados pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e de profissionais da rede estadual. A programação de hoje foi realizada no auditório do Centro Universitário do Norte (Uninorte), Centro, pela manhã.

Para o titular da Semsa, Djalma Coelho, os fóruns de vinculação são essenciais para a troca de experiências exitosas e compartilhamento de informações, que resultam em medidas fundamentais para a redução do óbito materno, infantil e fetal.

“Esses eventos são muito importantes para fortalecer os cuidados para a gestante e a criança, por isso estimulamos a participação dos nossos servidores. São encontros que contemplarão os profissionais de saúde de cada distrito e são espaços fundamentais para alinharmos processos de trabalhos, fluxos de atendimento para, assim, melhorar a qualidade dos serviços de saúde”, destacou.

A chefe do Núcleo de Saúde da Mulher da Semsa, Gerda Costa, assinalou que um dos temas importantes tratados na programação desta terça-feira, foi o Registro Civil de Gestantes, uma vez que é comum, na zona rural, as grávidas não terem documentação, o que implica na impossibilidade de emissão da Declaração de Nascido Vivo (DNV) e certidão de nascimento do bebê.

Outro destaque da programação foi a Planilha Google Forms do Binômio, de uso compartilhado pela atenção primária à saúde e pelas maternidades, a fim de garantir a consulta puerperal e de puericultura.

“Os fóruns de vinculação são importantes porque são espaços democráticos para discussão dos processos de trabalhos que envolvem, tanto a atenção primária à saúde quanto a atenção secundária. Estarão presentes no evento, além dos representantes de saúde do município, equipes da Rede Cegonha estadual, coordenadores de ações de saúde da mulher do Estado, gerentes de maternidades, trabalhadores de saúde, profissionais de saúde da ponta, como médicos, enfermeiros e cirurgiões dentistas, e gestores municipais, que discutirão o aprimoramento da rede. O objetivo é verificar como podemos reduzir a mortalidade materna, fetal e infantil. É um evento que vai pactuar ações para resguardar gestantes e parturientes e evitar óbitos fetais e neonatais, que são os que ocorrem até a vigésimo oitavo dia de vida da criança”, observou Gerda.

Programação

Os próximos eventos de vinculação à gestante estão programados para acontecer nos dias 15, 22, 26 e 29/7, com a participação dos profissionais de saúde dos Disas Oeste, Norte, Leste e Sul, além dos demais profissionais de saúde da rede estadual.

O evento, que reunirá as equipes do Disa Norte, ocorrerá no Centro de Convivência da Família Padre Pedro Vignola, na Cidade Nova. Os demais encontros acontecerão no auditório da Universidade Paulista (Unip), no bairro Parque 10 de Novembro, zona Centro-Sul.

*Com informações da Assessoria

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

•••
•••

+ vistos

×